Sobre o Leimac

O Laboratório de Ecologia de Invasões Biológicas, Manejo e Conservação (LEIMAC) foi estabelecido em 2019, estando vinculado ao Programa de pós graduação em Ecologia da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil.

Nosso principal foco de estudo são as invasões biológicas, que ocorrem em decorrência da introdução (intencional e acidental) de espécies associada a atividades humanas. Não temos um organismo ou um grupo de organismos que sejam o foco dos estudos desenvolvidos, mas sim a compreensão dos mecanismos envolvidos em processos de invasões biológicas, dos impactos provocados desde o nível de organismo até o nível de ecossistema, e as respostas das espécies exóticas invasoras e dos sistemas invadidos ao manejo.

Nossos objetivos principais são:

  1. avaliar fatores-chave relacionados a processos de invasão biológicas por espécies exóticas em ecossistemas tropicais e subtropicais;
  2. identificar impactos provocados por espécies exóticas invasoras nesses ecossistemas e;
  3. avaliar o efeito do manejo em comunidades invadidas e na restauração de funções e processos ecossistêmicos.

Nós almejamos contribuir para resolver problemas reais de conservação e queremos prover referência e soluções para questões ambientais atuais, trabalhando em parceria com universidades, agências governamentais, ONGs e outras instituições envolvidas na conservação e restauração ambiental.

About Leimac

The Lab on Ecology of Biological Invasions, Management and Conservation (LEIMAC) was established in 2019. It is associated with the Graduate Program in Ecology at the Federal University of Santa Catarina, in southern Brazil.

Our main field of study are biological invasions, which occur due to intentional or unintentional introductions of species related to human activities. No focus is set on one single organism or group of organisms; we aim to understand the mechanisms involved in the process of biological invasion, the impacts derived from such process from the level of organism to ecosystem level as well as responses by invasive species and habitats to management.

Our main goals are to:

  1. assess key factors related to biological invasion processes in tropical and subtropical ecosystems;
  2. identify impacts generated by non-native invasive species in these ecosystems; and
  3. assess the effect of management in invaded communities and on the restoration of key ecosystem functions and processes.

We strive to contribute to solve real conservation problems and want to provide reference and solutions for current environmental issues, working with partner universities, government agencies, NGOs and others involved in environmental conservation and restoration.